top of page

ARI Serra Gaúcha será agraciada com o Prêmio Caxias do Sul




A Associação Riograndense de Imprensa (ARI) Serra Gaúcha receberá, no dia 28 de junho de 2023 (quarta-feira), o Prêmio Caxias do Sul. A distinção será entregue pelo Parlamento Municipal, a partir de indicação da vereadora Marisol Santos, em razão dos 20 anos da entidade, completados em 28 de maio passado. A solenidade se inicia às 19h, no plenário caxiense (Rua Alfredo Chaves, 1323, bairro Exposição). O evento será aberto ao público e também transmitido pela TV Câmara Caxias (canal 16 da NET e pelas redes sociais do Legislativo caxiense).


“Estamos muito emocionados e agradecidos por essa homenagem. Somos profissionais da comunicação que costumamos registrar acontecimentos dos outros e, neste instante, percebemos que nosso movimento voluntário também compõe a história da Serra Gaúcha e tem ajudado a transformar para melhor a vida da comunidade. Nesse sentido, queremos compartilhar com todos esse reconhecimento”, afirma a jornalista e professora Vania Marta Espeiorin, que está à frente da ARI Serra Gaúcha, tendo a seu lado a vice-presidente e também jornalista Juliana Bevilaqua.

Foto: A homenagem ocorre na Câmara de Vereadores em Caxias do Sul

Proponente da honraria à ARI Serra Gaúcha, a vereadora, jornalista e relações públicas Marisol Santos defende a valorização dos profissionais da comunicação em razão da função social que desempenham. “Já fiz parte da diretoria da ARI Serra Gaúcha e acompanho o importante trabalho que a associação desenvolve, especialmente, para unir e mobilizar a categoria. Sei o quanto é necessário valorizarmos os profissionais da área. Por isso, esse reconhecimento é mais que merecido”, avalia.


O Prêmio Caxias do Sul é outorgado pela Câmara de Vereadores a pessoas ou entidades, locais ou de outros municípios, que se destaquem em serviços prestados à comunidade de Caxias do Sul nos mais diferentes campos de ação.



SOBRE A ARI SERRA GAÚCHA

A Associação Riograndense de Imprensa (ARI) Serra Gaúcha é uma seccional da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), que foi fundada em 19 de dezembro de 1935, em Porto Alegre, por 114 jornalistas e intelectuais, tendo como seu primeiro presidente Erico Verissimo. Sem caráter sindical, a entidade reúne profissionais da comunicação, integrando empregados, empregadores e autônomos. Além da valorização de toda a cadeia produtiva da comunicação, a ARI se destaca pela defesa da liberdade de imprensa e de expressão.

Na Serra Gaúcha, a ARI estabeleceu sua seccional em 28 de maio de 2003 por iniciativa da jornalista Juçara Tonet Dini (fundadora), com o apoio de outros 17 profissionais ligados à área da Comunicação. São fundadores da única unidade regional da ARI, com registro em ata, feito nas dependências da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias): Juçara Dini, Paulo Roberto Rodrigues, Luis Fernando Zanini, Vera Mari Damian, Guilherme Arruda, Paulo José Ruffato, Antonio Carlos Correa, Mara Suzana Santini, Arminda Bertuzzi, Paulo Renato Marques Cancian, Moacir Pedro Molon, Rosmeri T. Brogliato, Dhynarte de Borba e Albuquerque, Milton Siles Simas Jr., Marlei Teresinha Ferreira, Charles Tonet, Xênia Chemello e Marta Sfreddo.


Gestões

Até hoje, a ARI Serra Gaúcha, com seu caráter de movimento e não sindical, foi presidida por cinco profissionais, que também integram o Conselho Superior: Juçara Tonet Dini, de 2003 a 2009; Paulo Cancian (in memoriam), de 2010 a 2016; Evandro Fontana, de 2016 a 2018; Andreia Fontana, de 2018 a 2021; e, em 3 de maio de 2022, assumiu como presidente a jornalista e professora Vania Marta Espeiorin, tendo como vice a jornalista Juliana Bevilaqua. A atual gestão vai de 2022 a 2024.


Um dos principais objetivos da ARI Serra Gaúcha é promover ações de valorização da imprensa e que contribuam para o debate ético e fortaleçam a presença desse importante segmento da sociedade, que é a comunicação. Quando iniciou suas atividades, a ARI Serra Gaúcha elencou três pontos principais de gestão: representatividade, ouvidoria, valorização do trabalho e dos profissionais que desempenham funções nos mais distintos segmentos da área. Procurou promover palestras de capacitação, como os Diálogos da Comunicação, e reuniões periódicas; criar o Troféu Ari Serra Gaúcha; e se envolver em iniciativas da comunidade, como a Festa da Uva e eventos relacionados ao meio ambiente e ao turismo.

No comando inicial e nas demais gestões, buscou estar ainda mais presente em iniciativas comunitárias e em contato com a academia, realizando atividades de formação em parceria com instituições de Ensino Superior, como a antiga Faculdade Anglo-Americano, a Universidade de Caxias do Sul (UCS) e o Centro Universitário da Serra Gaúcha /FSG. Uma das bandeiras sempre referendadas e erguidas em sintonia com a ARI Mãe é a defesa do diploma para o exercício profissional da comunicação, seja no Jornalismo, na Propaganda e Publicidade, nas Relações Públicas, na Fotografia, no Marketing e em outras áreas afins. As questões de emprego e renda, saúde, bem-estar e demais demandas envolvendo a atuação dos profissionais da comunicação acompanham o movimento desde suas origens, assim como a reverência à trajetória de quem contribui para contar e registrar a história da sociedade regional.


Troféu ARI Serra Gaúcha

Um dos reconhecimentos fundamentais estabelecidos pela ARI Serra Gaúcha nesse âmbito é, sem dúvida, o Troféu ARI Serra Gaúcha. A ideia de reconhecer o trabalho dos profissionais da comunicação da Serra Gaúcha nasceu em um dos tradicionais encontros que a CIC Caxias costumava preparar a comunicadores ao final de cada ano. Quem aventou, pela primeira vez, criar uma premiação foi o radialista Agenor Rodrigues, durante uma confraternização da CIC, na gestão do João Francisco Müller (2005 – 2007). Nesse momento, porém, a ideia não se concretizou.


Na gestão seguinte, do presidente Milton Corlatti, a partir da diretoria de Comunicação e Marketing da entidade e da à época presidente da ARI Serra Gaúcha e hoje integrante do Conselho Superior da ARI Serra Gaúcha, Juçara Tonet Dini, o projeto da distinção foi elaborado e efetivado. Juçara encabeçou a proposta não sabendo que Agenor Rodrigues havia sugerido algo semelhante no passado. Quem comentou com Juçara a respeito foi Giovana Schmitt, relações públicas e integrante da Ari Serra Gaúcha. Ideias convergiram e a premiação ganhou vida por meio da iniciativa da Juçara Dini e abraçada pela gestão do presidente Milton Corlatti (2008 – 2011). No primeiro ano do comando de Corlatti, o Troféu ARI Serra Gaúcha foi colocado em prática e concedido pela primeira vez a seis homenageados.


Desde 2008 até hoje (março/23), 124 profissionais da comunicação receberam o prêmio pela relevante trajetória e contribuição social no exercício de sua atividade. Na última edição, no ano passado, por exemplo, a iniciativa começou a efetivamente se regionalizar, sendo feita, pela primeira vez, em Bento Gonçalves, com apoio do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC – BG). Até então, o prêmio sempre foi realizado em Caxias do Sul, com apoio da CIC Caxias.


Trabalho conjunto

Além de fortalecer a regionalização, as últimas gestões da ARI Serra Gaúcha têm procurado efetuar ações que busquem unir a categoria, estreitando laços com estudantes da comunicação. Entre as atividades desenvolvidas, em 2019, na 'Semana Hipólito da Costa', ocorreu o 1º CineDebate ARI Serra Gaúcha. No ano seguinte, nessa mesma semana que lembra o Patrono da Imprensa Brasileira e costuma ser promovida pela ARI Mãe, a entidade realizou lives temáticas.


Em 2022, outras várias realizações ganharam destaques e foram definidas durante as reuniões mensais da entidade. A ARI Serra Gaúcha apoiou a Semana Municipal da Comunicação, promovida pela Câmara Municipal de Caxias do Sul. Lançou o projeto ARI Serra na Comunidade, com atividades voluntárias no Murialdo Santa Fé. Também contribuiu com doações para a Campanha Beneficente Bazar Nadino, promovida pela Faculdade Murialdo (Famur) em benefício de crianças e adolescentes do Murialdo Santa Fé, na zona Norte de Caxias. Ainda fez visitas institucionais aos comandos da CIC Caxias, da Câmara Municipal e do Executivo caxiense; passou a integrar uma suplência do Conselho Municipal do Desporto; e tem mantido diálogo permanente com a ARI Mãe, apoiando iniciativas que nascem da entidade matriz, em Porto Alegre.


Duas décadas

Abrindo as comemorações das duas décadas de história, ano passado, a ARI Serra Gaúcha conquistou junto ao Legislativo, por autoria do vereador Felipe Gremelmaier/MDB, homenagem de Cidadã Emérita para a fundadora Juçara Dini. Também colocou no ar o site institucional (https://www.ariserragaucha.com.b), que está sendo abastecido aos poucos e será lançado no segundo semestre de 2023. Neste ano de 2023, já foi realizado um encontro de integração no Recreio Cruzeiro, que se tornou importante parceiro da entidade; e estreou com a 1ª Edição do ARI Dialoga, idealizado pela Diretoria de Cultura e que abordou a temática da Saúde Mental. No próximo dia 28 de junho, receberemos do Legislativo caxiense, por indicação da vereadora Marisol Santos/PSDB, o Prêmio Caxias do Sul. É um reconhecimento que nos engrandece. Nesse caminho, a ARI Serra Gaúcha segue firme, sempre voltada a estimular o exercício da comunicação com ética, qualidade e responsabilidade, tendo em vista a construção de uma sociedade bem informada e melhor para todos.


ABAIXO, DIRETORIAS DA GESTÃO 2022-2024 E LISTA GERAL DOS ATUAIS INTEGRANTES:

1.Assessoria da Presidência (ou Secretaria geral / Secretaria executiva): Alessandra Muraro, Lisiane Zago

2.Cultura: Adriana Silva, Beverli Rocha, Fabiano Finco, Janaína Silva, Miguel Brambilla, Valquiria Vita

3.Eventos: Lisete Oselame, Cristiane Postingher da Fonseca Zanette, Giovana Schmitt, Odinha Peregrina, Rogério Aver Pizzolato

4.Ensino: Adriana Antunes, Camila Cornutti, Jacob Raul Hoffmann, Eduardo Borile Júnior

5.Regional: Maicon Rech, Maria Fortuna, Rogério Portolan, Viviane Somacal

6.Digital: André Tajes, Julio Soares, Luciane Modena, Maurício Fischer Costa, Rafaela Daros

7.Inovação: Cleberson Portella, Lucas Guarnieri, Marta Guerra Sfreddo, Oli Paz, Alex Schneider e Ricardo Dini

8.Relações com a Comunidade e Institucionais: Andreia Fontana, Fabiana de Lucena, Juliano Flores

9.Política Ambiental e saúde: Rosa Ana Bisinella, Guilherme Fadanelli, Vera Damian


Equipe ARI Serra Gaúcha 2022-2024:

1. Adriana Antunes

2. Adriana Silva

3. Alessandra Muraro

4. Alex Schneider

5. André Tajes

6. Andreia Fontana

7. Beverli Rocha

8. Camila Cornutti

9. Camila Ruzzarin

10. Eduardo Borile Júnior

11. Cleberson Portella

12. Cristiane Postingher da Fonseca Zanette

13. Fabiana de Lucena

14. Giovana Schmitt

15. Guilherme Fadanelli

16. Janaína Silva

17. Juliana Bevilaqua

18. Juliano Flores

19. Julio Soares

20. Lisete Oselame

21. Lisiane Zago

22. Lucas Guarnieri

23. Luciane Modena

24. Maicon Rech

25. Jacob Raul Hoffmann

26. Maria Fortuna

27. Marta Guerra Sfreddo

28. Maurício Fischer Costa

29. Miguel Brambilla

30. Odinha Peregrina

31. Oli Paz

32. Rafaela Daros

33. Fabiano Finco

34. Ricardo Dini

35. Rogério Aver Pizzolato

36. Rogério Portolan

37. Rosa Ana Bisinella

38. Valéria Pinto

39. Valquiria Vita

40. Vania Marta Espeiorin

41. Vera Damian

42. Viviane Somacal


Conselho Superior: Juçara Tonet Dini, Evandro Fontana, Juliano Flores e Andreia Fontana.

3 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page